Image Map

domingo, dezembro 6

CF: When Love Happens


When Love Happens
Link da fanfiction


Sinopse:Não há como saber o que vai acontecer amanhã. Corremos o risco de passar por sofrimento ou alegria. Mas, quando você chegou, você era aquele amanhã, e ele iria ser inesquecível. Você trouxe contigo uma bagagem enorme, com uma mistura de coisas e sentimentos que eu demoraria para entender. E quando eu dizia que o amor nunca aconteceria, simplesmente aconteceu, e quando ele acontece, você não quer mais deixá-lo ir.

Design • Trailer

Lembre-se que nada que será dito tem intenção de lhe ofender, e muito obrigada pela preferência, desculpe a demora :3
E não se preocupe com o tamanho da parte de ortografia, metade são explicações que me empolguei rs

Aparência
  • Capa: Vi sua observação sobre a nota, e acho que demorei demais para fazer a CF e a essa altura você já mudou a capa né? Porque realmente gostei desse design que você fez, e apesar de ver deslizes na hora da mesclagem todo o resto compensa em perfeita harmonia (color, fontes, até o style e o posicionamento das fotos) e é claro, com o tema da festa.
  • Sinopse: Sua sinopse é perfeitamente encaixada com o título e descreve um romance que adoraria ler. A sinopse chama a atenção e desperta a curiosidade o que é exatamente o objetivo dela.
Nota: 2,9/3,0

Ortografia

Como não notei erros graves vamos começar por eles... Primeiro, o uso de letra maiúscula depois de travessões, é um assunto bem chatinho então vou tentar ser breve. Quando você escreve (...como será daqui pra frente. — Suspira.) o correto seria (...como será daqui pra frente — suspira.) pois é uma interrupção da fala para concluir uma ação que é suspirar e a fala. Depois dessa no caso de haver uma segunda fala da mesma personagem você poderia simplesmente colocar outro travessão e continuar com letra maiúscula. Porém, se ação vêm no meio da frase tudo continua minúscula, por exemplo, (...estou me perguntando — suspirou, fazendo uma pausa — como será daqui pra frente?) é tudo uma questão de ideia, faz pausa durante uma ideia continua minúscula, continuou com uma frase diferente, maiúscula.
E o segundo é deslize é quanto ao uso de eu e mim, uma dica para isso é: antes do verbo, use o pronome eu; depois do verbo use o pronome oblíquo mim. É fácil de confundir porque quando falamos normalmente essas regrinhas não se valem muito. Na sua fanfic, por exemplo, (Não importa, para eu, três meses... ou ...ele sorriu para eu.) o correto seria (Não importa, para mim, três meses... ou ...ele sorriu para mim.). Além desses casos chatinhos de gramática não vi nada grave, apenas trechos passam despercebido por uma autora que já conhece a própria história. São usar contanto quando deveria ser contando, provavelmente culpa do corretor (...como se estivesse contanto sobre alguma coisa irrelevante...). Na frase, (...em frente de minha casa...) o correto seria (...em frente à minha casa...). Aqui não é propriamente um erro, apenas ficou um pouco confuso a construção da frase (...fazer tal coisa tão simples.) sugiro que seja (...fazer coisa tão simples.) e, por fim, uma conjugação que não encaixou bem (...por qual motivo ela não me contaste que meu pai...) onde o verbo contar não está conjugado de forma correta para o pronome ela no pretérito (...por qual motivo ela não me contou que meu pai...).

Nota: 3,7/4,0

Enredo

Sobre o enredo você mencionou que ele era clichê, e foi a única coisa que li no pedido antes de ler a fanfic, e quando fui lendo concordei com você em alguns pontos. No entanto, em outros eu ficava pensando "ela disse que era clichê, essa madrasta deve ser falsiane" ou quando surge a Blair "ela disse que era clichê, ela vai tratar a menina mal" e foi assim até terminar de ler e nada disso acontecer. Enfim, seu clichê não ta funcionando, o enredo tem alguns elementos que nos fazem acreditar no clichê e no minuto seguinte já mudamos de ideia, e por isso fiquei martelando a cabeça para tentar entender qual seria o clímax/conflito a ser resolvido, porque nem o Justin é um gangster como eu esperava ao ver que tinha ele na história. Nada do que presumi aconteceu até agora, e por isso eu adorei ler sua fanfic me fazendo até escrever bastante, agora é esperar e ver o que será da vida de Marjorie. 

Nota: 2,0/2,0

Avaliação Geral

Bom, aqui já não me resta muito o que escrever, como já disse adorei a sua fanfic porque ela promete ser um daqueles clichês água com açúcar que são deliciosos e previsíveis de ler e então muda completamente a medida que ler. Aguça a curiosidade um pouco e faz você criar várias hipóteses para saber como o casal irá ficar junto. Outra coisa que me cabe citar aqui é que escrever em primeira pessoa tem a vantagem de que não deve se preocupar muito em evitar a linguagem coloquial algumas vezes, afinal a Marj é uma menina jovem. E quase me enganou pensando que seria uma história sobre amor platônico até ler o que enredo que enviou.

Nota: 1,0/1,0
Somatório: 9,6/10,0



Image Map