Image Map

domingo, março 20

BE: Maníaco - Prólogo

ANÁLISE INDIVIDUAL DO CAPÍTULO


  1. Roteiro
     Oi Anni! Queria primeiramente te parabenizar por resolver trabalhar com um roteiro tão complexo. Não sei se você vai realmente seguir a ideia inicial, talvez com algumas modificações, mas com o tempo poderemos resolver isso, estarei aqui se precisar de ajuda. Achei interessante a forma como você descreveu a cena, porém eu acho que não seria uma boa ideia começar com o prólogo daquela maneira. Entrega totalmente o final da sua história, eu acho que é o tipo de coisa que os leitores passariam a história inteira pensando "bom, não vou me empolgar, vai dar tudo errado mesmo". Acho que você daria um "tiro no pé" iniciando por um prólogo naquele estilo. É apenas um conselho meu, acho que tu deverias ter optado por algo menos revelador.

  1. Diálogos 
    Não acho que tu deverias escrever em primeira pessoa, vai limitar um pouco as cenas intensas. acho que seria mais interessante se você optasse por escrever em terceira pessoa, assim seus leitores teriam uma ambientação mais completa de como cada personagem age e se sente em momentos que demandam muita tensão.


  1. Excesso/Escassez
Número de diálogos está adequado.

  1. Comportamento
Ainda não tenho embasamento para falar sobre isso, pois o capítulo foi apenas um prólogo curto.

  1. Falas curtas/Falas extensas
Se tu fores manter mesmo aquela cena, acho que deverias fazer um pouco mais longa.

  1. Clichê
Não achei um capítulo clichê, foi bem descrito, porém como eu disse antes, acho que tu não deverias "entregar o ouro" logo no prólogo.

  1. Narração
Sua pontuação é perfeita, adorei seu vocabulário, realmente me surpreendi bastante! Espero que você mantenha o alto nível literário, isso é algo que é tão importante quanto um bom enredo. Porém, reforço: não escreva em primeira pessoa (sei que essa decisão é unicamente sua, tudo que digo se trata apenas de um conselho).

  1. Opinião de Leitora.
Como comentei, gostei muito da sua forma de escrita, mostra um nível de maturidade acima da média -- e também demonstra que tu és uma pessoa que lê bastante. Eu gostei muito do tema, acho interessante que seja algo real e crível (como tu comentastes nas notas finais, acho fundamental que as coisas tenham o mínimo de bom senso), porém eu acho que o prólogo "contando o final" da história, nesse caso, não é algo recomendável. Acho que tu poderias realmente usar o prólogo para falar sobre o Adam, sobre a juventude dele especificamente (adolescência) e "entregar" ao leitor um fato que já é óbvio, porém tornaria a leitura cativante: o fato de ele ser um serial killer.

Enfim, reforço meu parabéns pelo enredo e pela sua escrita principalmente. Espero que você continue sempre inspirada.
Até o próximo. :)

Image Map