Image Map

quinta-feira, março 17

Betagem: A Fênix

 x.x.x
    Feh, me perdoe, mas eu não consigo pensar em nada melhor para dizer nesse momento que não seja: isso está realmente muito ruim. Sério.
    Sua escrita em si, em termos de forma, não é ruim. Você tem alguns problemas de pontuação, mas nada grave. Seu problema maior está sem dúvida na repetição constante das coisas. Você repete infinitamente a mesma coisa, abre parênteses para dar ênfases desnecessárias, eu não vejo necessidade de você ter que informar ao leitor o tempo todo o quanto “Evanegeline é uma mulher poderosa”. Tipo, sim, a gente já entendeu! Não precisa colocar isso a cada parágrafo.
    Minha maior decepção nesse Prólogo é o momento em que você disse que isso seria “uma história real, de uma pessoa real”. No começo, eu achei que você iria dar uma espécie de voz a uma vilã (mais ou menos igual ao roteiro de filmes tipo o da Malévola, que é interessantíssimo), mas não, tudo que você fez foi transformar sua personagem numa pessoal boçal, desinteressante, totalmente impossível de existir e sem originalidade nenhuma (no maior estilo Miranda Priestly, personagem de Meryl Streep em O Diabo Veste Prada). Sua personagem beira o ridículo com essas descrições de “super mulher de negócios e invencível”. Você deu aspectos à ela totalmente irreais e muito, mas muito exagerados mesmo (eu ri em alguns momentos, porque está muito absurdo). Ela é linda, maravilhosa, gostosa, poderosa, todos têm medo dela, tudo dá certo pra ela nos negócios, ela consegue “abrir um negócio sem dinheiro” (eu fiquei meio “oi?”), ela se veste magnificamente bem, tem uma filha perfeita que quer imitá-la… Sabe quando nada faz sentido? Então, esse é o caso. Isso não tem nada de real.
    Uma pessoa bem sucedida precisa ser boa no que faz sim, mas ela precisa ser bem relacionada. Essa postura arrogante que você deu à sua personagem é um tiro no pé. Seus leitores precisam se identificar e simpatizar com ela. Eu, na posição de leitora, já odeio sua personagem e espero que tudo dê errado pra ela! Se você tentou dar uma imagem forte e sofisticada à ela, sinto te dizer, mas você falhou miseravelmente. Não sinto a menor empatia pela sua personagem e provavelmente não leria o restante da história.
    Outro ponto: isso não é um Prólogo. Primeiro porque está muito longo e, segundo, nada de importante ou impactante aconteceu que desse ciência aos seus leitores sobre do que se trata a história. Você usou, sei lá, mil palavras para ficar descrevendo a “mulher maravilha dos negócios”, repetindo os mesmos adjetivos o tempo todo (a parte do “seu sorriso raro e quase nunca visto” foi o cúmulo pra mim. Sorriso “raro” e “quase nunca visto”, sério? Você não percebe quando descreve exatamente a mesma coisa em duas passagens? Você faz isso constantemente na sua escrita), fora que você parece querer “conversar” com o leitor e, tipo, não funcionou também. Sei que tentou instigar (repetindo mil vezes “você tem certeza que quer ler essa história? Tipo, mas você tem certeza mesmo? Ainda dá tempo de voltar atrás! Estou avisando! Você quer mesmo?”... Minha flor, o que é que foi isso? Sério… Pra quê? Totalmente desnecessário.)
    Você explica Evangeline para seus leitores com toda essa pompa, como se ela merecesse ser admirada ou até uma “anti-heroína”, mas tudo que você fez foi transformá-la numa “pobre menina rica”, com os clássicos problemas de “sorte no jogo, azar no amor”. Está 100% previsível o que você vai fazer nessa história, inclusive o passado dela que sei que está planejando, provavelmente ligar coisas como “ela sofreu muito por amor e por isso fechou seu coração, tem medo de se apaixonar” e blábláblá… Isso não é humanizar a sua personagem (coisa que você precisa fazer com urgência: humanizar sua personagem, porque por enquanto, ela é uma figura hollywoodiana impossível e desinteressante).
    Olha, enquanto eu betava eu tinha tanta coisa pra falar, mas acho que isso tudo resume bem. Eu desejo realmente muito sucesso pra você e para sua história, mas eu precisei ser sincera com o que eu li. Não sei se você está postando essa história já, também não li os outros capítulos, mas honestamente acho que se você seguiu essa linha, você deveria repensar sua personagem. Tá tudo bem ZzzZzzzz…
Beijos, Jaxtom.

Image Map